Leitor Autônomo Literatura Para se divertir

Achimpa: um livro pra se divertir.

Não, queridos leitores, eu não estou ficando maluca.
Esse é o título do livro da escritora e ilustradora

portuguesa Catarina Sobral. Como já contei por aqui, há pouco tempo fiz um curso de literatura infantil portuguesa. E, em meio a muitas descobertas, veio a desse livro com título esquisito.

Achei tão interessante um livro sobre uma palavra que ninguém sabe de onde veio,  que resolvi ler para meus alunos e ver o efeito que provocava.

“Desaparecida desde o tempo do onça, foi encontrada por acaso, num velho e já caquético dicionário. Era uma nova palavra: ACHIMPA. 

A notícia alastrou-se rapidamente. Todos queriam usar a mais recente descoberta, mas ninguém sabia como. Não se sabia o que significava, nem sequer a que classe de palavras pertencia…

Então, alguém se lembrou de perguntar à D. Zulmira (que tinha 137 anos) se ela conhecia aquela palavra esquisita.” 

Daí em diante a palavra começa a ser usada como verbo (achimpar), substantivo (querem obter uma achimpa), adjetivo (achimposo) e até como advérbio (achimpadamente). Mas os curiosos continuam sem saber no fundo o que ela significa.

No início, as crianças estranharam e não estavam compreendendo bem onde o livro queria chegar. É difícil para alguns se deixarem levar pelo divertimento da história, sem um objetivo concreto. Começaram então a brincar com o uso da palavra. Riram e se divertiram.

E como não há revelação sobre o significado final da palavra, quando a história terminou, todos correram para o dicionário. Foi a maior alegria para eles, e para essa professora que vos fala! E aí, será que eles descobriram o que significa achimpa?

Se você clicar aqui, pode ver o book trailer do livro! 

Indico esse livro para a leitura mediada a partir dos 6 ou 7 anos. Para leitores autônomos, o ideal é a partir dos 8.

achimpa
autora e ilustradora: Catarina Sobral
editora: Martins Fontes
Preço Médio: R$ 40,00

Sobre o autor

Isabella Zappa

Isabella Zappa

Pedagoga, psicopedagoga e mestre em Educação pela PUC-Rio. Atua como professora do Ensino Fundamental I e faz atendimento psicopedagógico de crianças com questões de leitura e escrita, usando a literatura infantil como aliada nesse processo.

Deixe um comentário