Amizade Leitor Iniciante

A velhinha que dava nome às coisas

Não é lançamento, pelo contrário, é um clássico de quem trabalha em escola. Mas é um livro de tanta sensibilidade, que foi paixão à primeira leitura.

A história de como conheci esse livro é engraçada. Um dia, contando para uma turma que tinha mania de dar nome a alguns objetos meus, uma aluna me alertou:

– Tem um livro que é igual a você! Você é a velhinha!

E me emprestou seu livro com todo o carinho.

Desde então, nunca mais o larguei. Usei todos os anos com as minhas turmas.
Primeiro porque ele toca no tema da solidão, do envelhecimento e da relação com os animais.
Segundo porque é um excelente material para se trabalhar substantivos comuns e próprios, relacionando objetos à nomes, letras maiúsculas e minúsculas.

Agora vamos deixar a minha história de lado e partir para a história do livro.

Era uma vez uma senhorinha muito solitária que tinha mania de dar nome a seus objetos.

“Ela apelidou seu velho carro de Beto.
A velha poltrona onde descansava apelidou de Frida.
Chamava a velha cama onde dormia de Belinha.
E à sua velha casa deu o nome de Glória.”

Só que a Velhinha já tinha perdido muitos amigos e só nomeava aquilo que iria viver mais do que ela.

O conflito começa quando aparece em seu portão um cachorrinho, que ela prontamente manda embora, não quer se apegar a nada que viva menos do que ela. Mas o animalzinho é insistente e volta todos os dias. Então a Velhinha passa a alimentá-lo, mas sem dar nome algum a ele.

E no dia que o cachorrinho não aparece mais porque está preso no canil, ela não sabe como procurá-lo, afinal, ele não tem um nome, é mais um cachorro marrom no canil…

Claro que essa história tem um final feliz! A senhorinha encontra seu animal, adota-o e lhe dá o apelido de Sortudo.

Indicamos para crianças a partir dos 5 anos para leitura mediada com o adulto. A partir dos 7 ela já pode ler sozinha.

A velhinha que dava nome às coisas

autora: Cynthia Rylant
Ilustradora: Kathryn Brown
Editora: Brinque-Book
Preço médio: R$ 38,00

Sobre o autor

Isabella Zappa

Isabella Zappa

Pedagoga, psicopedagoga e mestre em Educação pela PUC-Rio. Atua como professora do Ensino Fundamental I e faz atendimento psicopedagógico de crianças com questões de leitura e escrita, usando a literatura infantil como aliada nesse processo.

Deixe um comentário