Família Leitor Iniciante Poesia

Quando eu Nasci

“Quando eu nasci nunca tinha visto nada. 
Só um escuro, muito escuro, na barriga da minha mãe.” 

Minha turma desse ano está estudando os ciclos da vida. Começamos pelo ciclo de vida do ser humano e, o primeiro passo era o nascimento.Estava eu, então, a procura de um livro literário que falasse sobre o nascimento e os primeiros anos da vida da criança.

Em uma lista deliciosa do site A Cigarra e a Formiga, encontrei  Isabel Minhós e a editora Planeta Tangerina,  portuguesas que são sinônimos de livro de boa qualidade.

É basicamente um livro sobre descobertas. Narrado em forma de prosa poética, o eu lírico da história é uma criança que nos conta sua chegada ao mundo e suas primeiras impressões:

“Quando eu nasci 
Não sabia o que era o mar, 
Nem que existiam florestas,
nem que havia um mundo com montanhas e praias. (…)

A minha boca ficou espantada
quando descobriu do que era capaz
De chorar muito alto
De rir com vontade
De chamar as coisas pelo seu nome.”

É uma leitura deliciosa para ser feita com crianças pequenas, explorar os sentidos e tentar encontrar maneiras diferentes de enxergar o mundo, desconstruindo aquilo que já sabemos e propondo novas descobertas.

Com ilustrações muito coloridas de Madalena Matoso, o livro é um prato cheio para a visão, audição e pro coração.

Quando eu nasci
Isabel Minhós Martins
Madalena Matoso
Preço Médio: R$ 30,00

Sobre o autor

Isabella Zappa

Isabella Zappa

Pedagoga, psicopedagoga e mestre em Educação pela PUC-Rio. Atua como professora do Ensino Fundamental I e faz atendimento psicopedagógico de crianças com questões de leitura e escrita, usando a literatura infantil como aliada nesse processo.

Deixe um comentário