Família Leitor Autônomo Leitor Experiente Leitor Iniciante Livro ilustrado Primeiras Leituras

4 Livros Para o Dia Dos Pais

4 livros  para o dia dos pais

O dia dos pais está chegando. Que tal comemorar essa data com uma boa leitura? Trouxemos 4 dicas de livros fabulosos para você se deliciar no dia dos pais.

Paternidade

A nossa sociedade está se transformando e a arte é um elemento fundamental dessa transformação. Muitas vezes é ela que promove a reflexão e a mudança que vinga entre as pessoas.

Livros infantis que têm pais como personagens ainda são poucos, mas podemos dizer que estamos caminhando. Por isso, para celebrar a data e para espalhar literatura com paternidade por aí, selecionamos 4 dicas de livros onde os pais são personagens centrais.

 

Mas papai…

Marianne Dubuc e Mathieu Lavoie

Editora Jujuba

Nesse delicioso conto de acumulação é o papai que vai colocar as crianças para dormir. Mas cada hora surge uma nova demanda:

 

“Mas papai, você esqueceu da água fresquinha.”

“Mas papai, e se o monstro se escondeu debaixo da nossa cama?”

Papai está sempre disposto a atender as vontades dos pequenos com muita doçura e até a mamãe aparece para dar um beijinho de boa noite. E quando tudo está perfeito… já chegou o amanhecer e os macaquinhos estão prontos para brincar novamente. Marianne é mestra na arte de falar com as crianças 

pequenas e a gente adora! Um elefante se balança é outro delicioso conto de acumulação da autora. No lado esquerdo do livro sempre vemos o papai dando boa noite e no direito estão as crianças que, inicialmente aparecem em um fundo branco. A cada demanda o cenário do quarto vai se construindo. Uma boa dica também para a hora de dormir dos primeiros leitores.

Leo e a Baleia

Benjii Davies

Editora Paz e Terra

Esse é um dos livros que eu mais indico porque Benji Davies transborda em ternura. Seus livros retratam uma infância cheia de carinho pelos animais e pelas pessoas. Em Leo e a Baleia, o menino encontra o animal encalhado na areia e resolve levá-lo para casa enquanto o 

pai, que é pescador, está trabalhando. Leo coloca a baleia dentro da banheira ecuida dela com todo amor, apesar do medo da reação do pai quando chegar. Mas o pai de Leo também é ternura. Quer saber mais sobre esse livro? Dá uma olhada na resenha que fizemos dele clicando aqui. Indicado para os leitores iniciantes e autônomos

Lá no Parque

Iuri Pereira

Ilustrações: Rebeca Luciani

Editora SM

As ilustrações estonteantes de Rebeca Luciani e o texto pra lá de poético de Iuri Pereira são uma declaração de amor de pai para filha, uma ode à paternidade. Esse é um livro ilustrado de memórias. É como se o pai tivesse recordando o tempo em que sua filha era criança e desconstruindo aqueles momentos com os quais a gente tanto se habitua, como uma simples ida ao parque. Quando nos damos conta, o tempo passou. São reflexões sobre a vida, o amadurecimento e as quedas em pequenas frases que interagem com o os desenhos de maneira encantadora e colorida. “Quando ela caía, é como se valesse para os dois. Foi assim desde a sua chegada. A gente é um pouco a mesma pessoa porque ela é a minha filhinha. Quando ela se machuca também dói em mim.” De marejar os olhos. Indicado para os leitores iniciantes.

Meu pai o grande pirata

Davide Cali

Ilustrações: Maurizio A.C. Quarello

Editora Pequena Zahar

“Enquanto houver um louco, um poeta e um amante haverá sonho, amor e fantasia. E enquanto houver sonho, amor e fantasia, haverá esperança”. William Shakespeare

Que livro! Super lançamento da nossa parceira Editora Pequena Zahar e estou extasiada. Tudo que eu disser aqui não estará a altura dessa obra premiada de Davide Cali e Maurizio A.C. Quarello.

O pai do menino (personagem que não tem nome propositalmente) trabalha 

longe e só volta para casa duas semanas por ano. Nesse pequeno tempo que passa com o filho ele escolhe contar sua rotina por um outro viés, o da fantasia. Assim ele mesmo pode escapar da dureza que é o seu trabalho. E como metáfora escolhe um navio de piratas chamado Esperança. É lá que ele vive aventuras, descobre tesouros e convive com personagens incríveis.

Em um certo verão, o pai não volta pra casa e o menino e sua mãe precisam ir

 ao seu encontro. Após uma longa viagem o garoto descobre que não é em um navio que seu pai trabalha. O menino fica ressentido com as mentiras contadas, se sente enganado. Morre o pai herói, finda-se a infância. A história não acaba por aí, mas posso dizer que é uma obra sensível, cheia de metáforas e silêncios. Os desenhos do ilustrador Maurizio A.C. Quarello são belíssimos, cheios de vida e textura, entrecortando a narrativa como um barco ao mar. A diagramação do texto é como as ondas, as frases aparecem em vários lugares, em meio às ilustrações; de tamanho grande, pequeno, em preto e vermelho.

Um livro profundo, emocionante e cheio de reflexões para uma leitura compartilhada com leitores autônomos, experientes e também para quem está mediando a leitura.

E aí, escolheu o seu?

Boa leitura e Feliz dia dos Pais!

 

Sobre o autor

Isabella Zappa

Isabella Zappa

Olá, eu sou Isabella, autora do Na Corda Bamba! Fiz minha graduação e mestrado em Educação na PUC-Rio e uma pós graduação em Psicopedagogia. Além de escritora e poeta, sou professora de Ensino Fundamental I . Meu grande objetivo é formar leitores e escritores! Por isso, livros, letras e poesia transbordam nas minhas aulas!

Deixe um comentário