Diversidade Leitor Autônomo Leitor Iniciante Livro ilustrado

Na Corda Bamba na Travessa: Amoras

 

Representatividade

Amoras. Quantos livros com personagens negros você conhece? São poucos, não é mesmo? Somos um país de maioria negra e essa maioria não se reconhece na Literatura Infantil.  A minoria branca, por sua vez, continua a desvalorizar e segregar a maioria negra. Não seria uma contradição humana, como diria o autor português Afonso Cruz?

É urgente que possamos ter cada vez mais livros nos quais negros e brancos se reconheçam como semelhantes. Mas temos uma dívida histórica (e atual) com os afro brasileiros e ainda há muito chão pra caminhar.

Dia 20 de novembro é dia da consciência negra, um dia pra gente parar e refletir sobre respeito, representatividade e identidade. Que tal aproveitar esse dia para ler com as crianças o livro que trouxemos hoje?

Amoras

Se tem uma palavra para descrever esse livro é representatividade. Mas é impossível descrever esse livro em uma só palavra. Representatividade, poesia, ternura, luta, força, emoção, cultura, carinho, amor… todas essas palavras saem voando do livro como borboletas e enchem nossos olhos d´água.  

Com texto poético, delicado, emocionante e repleto de camadas, o rapper EMICIDA lança seu primeiro livro infantil.

A obra é dedicada à sua filha Estela e levanta diversas questões pela ótica do pensamento infantil e suas associações; nos trazendo as diversas reflexões que as crianças nos ensinam com sua janela aberta para o mundo.

Emicida fala de Deus, (o dos orixás, o dos muçulmanos), das diferenças, do gentil Martin Luther King, de Zumbi dos Palmares… mas as jabuticabas são o centro da história. Pretinhas…

“Em um passeio com a pequena no pomar, explico que as pretinhas são o melhor que há.”

A página dupla seguinte está tomada pela frase: AS PRETINHAS SÃO O MELHOR QUE HÁ. Bem como ficam as cabeças das crianças quando fazem alguma associação. Emicida está falando das amoras, que quanto mais escuras, mais doces. Será?

A personagem não tem a menor dúvida do que está acontecendo e a gente percebe isso pelos olhos, que brilham nas ilustrações Aldo Fabrini. Com desenhos cheios de cores e texturas, o artista dá vida aos personagens através dos olhos.

As cores do arco-íris estão presentes em vários desenhos, nos mostrando que todas as cores podem ser protagonistas. Um livro que transborda diversidade e nos faz acreditar em um mundo melhor.  

Ao final da obra, um glossário explicando algumas palavras que aparecem no livro como Orixás, Alá, Zumbi dos Palmares, Quilombo. Assim, a gente vai entrando com conhecimento e sabedoria nesse universo. Ganhamos todos.

Indicamos para as primeiras leituras e leitores iniciantes. 

Um livro para pensar e aquecer o coração!

Boa leitura e boas conversas!

Amoras

Emicida

Ilustrações: Aldo Fabrini

Editora Companhia das Letrinhas

Quer conhecer outro livro que traz a cultura negra como protagonista? Clique aqui! 

Sobre o autor

Isabella Zappa

Isabella Zappa

Olá, eu sou Isabella, autora do Na Corda Bamba! Fiz minha graduação e mestrado em Educação na PUC-Rio e uma pós graduação em Psicopedagogia. Além de escritora e poeta, sou professora de Ensino Fundamental I . Meu grande objetivo é formar leitores e escritores! Por isso, livros, letras e poesia transbordam nas minhas aulas!

Deixe um comentário