Família Leitor Autônomo Leitor Iniciante Temas delicados

Gogô, de onde vêm os bebês?

Orientação sexual

A curiosidade sobre a origem dos bebês é bastante corriqueira e normal entre as crianças, afinal, elas estão querendo saber a própria origem.

Fazer isso de forma adequada, com informação, mas sem tabu; com prudência e sem omissão é um desafio para a Literatura. A educação sexual é primordial para conscientizar e proteger as crianças. Orientar adultos para que esses possam sanar as dúvidas e curiosidades das crianças sem desconforto também é algo que precisamos fazer urgentemente. 

Gogô, de onde vêm os bebês?

E é isso que faz de forma primorosa a Pedadoga e especialista em Educação Sexual Caroline Arcari em “Gogô, de onde vêm os bebês?”. Começa com a folha de guarda: grandes personalidades representadas em tamanho bebê: Tarsila, Chimananda, Malala são dão um toque de ternura e leveza àquilo que vai começar. Em seguida o tamanho do livro, ele é grande, com ilustrações que tomam toda a página, personagens bem construídos e desenhados. Não há nada a esconder. As partes do corpo são apresentados por seus nomes científicos: não há porque esconder das crianças nomes como pênis, vagina, testículos, ovário e vulva.

Indicamos para uma leitura compartilhada entre adultos e leitores que levantem essas questões.

Uma conversa entre adultos e crianças

Para saber de onde vêm os bebês, você precisa entender

que o corpo cresce e está sempre se transformando

A vida passa e muita coisa vai mudando.”

Gogô, a cegonha, é quem guia a nossa viagem pelo mundo da reprodução e do crescimento. É ela quem está em todas as cenas apresentando as informações. O texto é em forma de versos rimados que falam sem pudor do momento da fecundação. Mas não se assuste. O livro convoca a participação dos pais na leitura e foca na necessidade de ser adulto e íntimo para o ato sexual. A Editora Caqui e as autoras se cercaram de todos lados para fazer algo do tamanho das criança e a obra é indicada a partir dos 5 anos.

Uma obra bem cuidada

Diversidade é o que não falta nesse livro: personagens negros, brancos, homens, mulheres, diferentes tipos de parto, fecundação in vitro e adoção. Na última página a criança é convidada a perguntar para a família e desenhar como foi que aconteceu o seu nascimento. Uma obe cercada de cuidados que é como um colo embalando os pais e as crianças em um assunto tão delicado. As ilustrações de Isabela Santos são ternas e firmes, mostrando com clareza as informações explicadas no livro. Ao final do livro o adulto encontra orientações para para lidar com suas possíveis dúvidas sobre o assunto.

Orientação Sexual não pode ser tabu, informação é fundamental. E esse livro é um perfeito pra isso.

Boa leitura e boas conversas! 

Sobre o autor

Isabella Zappa

Isabella Zappa

Olá, eu sou Bella, criadora do Na Corda Bamba! Sou pedagoga, psicopedagoga e mestre em Educação. Atualmente trabalho como professora de Ensino Fundamental I aqui no Rio de Janeiro.
Sou uma viajante literária e geográfica, adoro comida italiana, cheiro de mato e o canto dos passarinhos.

Deixe um comentário