Leitor Autônomo Para se divertir

Mortina

Menina Zumbi

Mortina era uma menina diferente das outras. Com a pele cinza esverdeada, olhos redondos enormes olheiras, ela tinha um talento excepcional: era capaz de arrancar e costurar de volta qualquer parte do seu corpo. Quase como uma boneca. Mas Mortina não era uma boneca, era uma menina zumbi que sonhava em poder brincar com as outras crianças. 

Mortina tinha uma vida pra lá de diferente: morava em um palacete sombrio, convivia com outros seres meios mortos e meio vivos e vivia rodeada de objetos estranhos e assustadores. 

O melhor amigo de Mortina era seu cachorro, mas fora ele, ela vivia isolada longe do vilarejo. Por isso se sentia muito sozinha. Mas como sair de casa e se mostrar verdadeiramente para as crianças “normais?” Tia Fafá Lecida nunca permitiria e todos iriam se assustar com ela. 

A grande ideia de Mortina surge com a chegada do Halloween. 

Divertidamente sombrio

Não sou muito fã de filmes de terror ou de Zumbi, mas senti muita ternura pela personagem dessa história. Além disso, todo seu universo é milimetricamente construído no campo semântico da morte. O palacete se chama decrépito, o cachorro Tristão, o Tio Funesto, a vovó Nefasta o gato Sombra. 

Se o texto é divertido e bem humorado e, apesar de um pouco clichê, tira o peso das coisas da morte.  Mas são as imagens que fazem a obra valer a pena. Desenhos cheios de detalhes, interações, em cores puxando para o roxo, laranja e cinza. A sensação que eu tive era de entrar em um filme do Tim Bourton, poder ser Noiva Cadáver ou o clássico Os Fantasmas se divertem. 

Uma funesta diversão que os leitores autônomos vão adorar, afinal, eles gostam de se aproximar de tudo aquilo que temem e a literatura é um excelente lugar pra isso acontecer. 

A autora é a italiana Barbara Cantini e a editora é a Companhia das Letrinhas. 

Boa leitura e boas conversas!

 

Sobre o autor

Isabella Zappa

Isabella Zappa

Olá, eu sou Bella, criadora do Na Corda Bamba! Sou pedagoga, psicopedagoga e mestre em Educação. Atualmente trabalho como professora de Ensino Fundamental I aqui no Rio de Janeiro.
Sou uma viajante literária e geográfica, adoro comida italiana, cheiro de mato e o canto dos passarinhos.

Deixe um comentário