Leitor Autônomo Para se divertir

Dia de Roald Dahl

Roald Dahl

O autor inglês Roald Dahl é famoso por ter criado a Fantástica Fábrica de Chocolates. O livro virou filme em duas versões e é conhecido por crianças de várias gerações. Pra quem não sabe, diversos livros desse autor foram transformados em filmes: Matilda (1997), O BGA (2016), o Fantástico Senhor Raposo (2006), As Bruxas (Convenção das Bruxas 1990), James e o Pêssego Gigante (1996). Além disso, é dele a primeira versão da história dos Gremlins, um sucesso estrondoso nos anos 80. 

Dahl é um sucesso em todas as minhas turmas de quarto ano. Seus livros já venderam mais de 100 milhões de cópias no mundo. Com um texto ágil, bem humorado, personagens bem construídos, muitos diálogos e um enredo que foge ao politicamente correto, o escritor é adorado pelos leitores autônomos

E tem mais: quase toda a obra de Dahl é ilustrada pelo Quentin Blake, autor de desenhos tão irônicos e bem humorados quanto o texto. Os traços caricaturais dos personagens que dão um tom ainda mais divertido aos livros.

Roald Dahl nasceu em 13 de setembro de 1916 e eu aproveito o dia de hoje pra indicar algumas obras desse autor que eu e as crianças tanto adoramos. 

Livros imperdíveis de Roald Dahl

  1. Matilda 

Matilda é uma menina de 5 anos que aprendeu a ler sozinha. Seus pais, além de não reconhecerem sua inteligência, desprezam os livros e idolatram a televisão, elemento central da casa e da família. A menina passa a ir escondida para a biblioteca da cidade e, em uma semana,  devora toda a obra de Dickens, Austen e outros autores clássicos de língua inglesa. Quando passa a frequentar a escola, Matilda descobre um super poder: é capaz de realizar coisas com a força do pensamento.

Leia a resenha completa aqui

2. Os Pestes

O senhor e a senhora Peste eram horríveis,  nojentos e aprontavam as maiores barbaridades. O casal tem o arquétipo dos vilões, mas é entre eles que as maldades ocorrem. A diversão dos dois é fazer mal um para o outro. As crianças adoram poder vivenciar através da literatura a vontade de zoar os outros e as consequências disso, é como se eles pudessem se identificar e refletir. Afinal, quem nunca teve essa vontade? É preciso deixar que a arte ajude as crianças a viver seus dilemas.

Depois de se atacarem, o Sr. e a Sra Peste partem para cima dos macacos. Mas não pense você que os animais deixaram barato. Os livros de Dahl não têm nada de politicamente correto, pelo contrário, são caricaturas do ser humano e por isso são tão fantásticos.

Compre aqui: 

 

3. A Fantástica Fábrica de Chocolates

Já diz Ítalo Calvino, um clássico é uma obra que a gente está sempre relendo.  E não é só porque ele continua se comunicando conosco através dos tempos, é também uma releitura nos sentido de que, sendo clássico, mesmo que ainda não tenhamos lido o texto original, já sabemos algo sobre ele. A Fantástica Fábrica de Chocolates já se tornou um clássico da literatura inglesa. A história de Willy Wonka (um dos melhores personagens infantis que eu conheço) com as cinco crianças em uma fábrica cheia de doces, guloseimas e atrações encanta gerações de crianças e adultos.

A busca de Charlie pelo cupom dourado, as características marcantes de cada criança que vai sendo eliminada da fábrica, a solidão e excentricidade de Willy Wonka e a pobreza da família de Charlie contrastada com o esbajar da fábrica são alguns pontos altos da trama. Sem falar nos Oompa Loompas, os pitorescos funcionários da fábrica.

Há duas adaptações para o cinema. A primeira, de 1971, com Geen Wilder no papel de Willy Wonka (tem vários memes dele por aí). A segunda, de 2005, traz Johnny Depp no papel do dono da fábrica. As duas versões são igualmente maravilhosas, mas Jonnhy Depp tem uma geniosidade incomparável na composição de personagens exóticos.

O livro é mais denso e detalhado, como geralmente acontece. Através da obra escrita, percebemos e analisamos melhor as contradições de cada personagem, humanizando-os. Roal Dahl tem essa capacidade de nos fazer enxergar o ser humano de outra forma e essa é uma das suas incríveis qualidades como autor.

4. As Bruxas

O personagem principal da história é um menino criado pela avó após perder seus pais em um acidente de carro. Destinado a se mudar para a Noruega, ele passa a ouvir as histórias de bruxas contadas pela avó, sem nem imaginar que um dia iria se deparar com elas.

Em uma viagem de férias à Inglaterra, o menino acaba preso em um salão do hotel onde acontecia a verdadeira Convenção das Bruxas.

Leia a resenha completa aqui

 

Compre aqui 

5. O Dedo Mágico

A personagem desse livro tem um senso se justiça muito apurado. Toda vez que vê algo incorreto acontecendo, a menina fica muito brava e começa a enxergar tudo em vermelho. O sentimento vai crescendo, crescendo até seu dedo apontar para o responsável pela atitude desprezível. Nesse momento, acontece com a pessoa. Ela já deu asas aos seres humanos, armas aos passarinhos, tudo em prol da justiça.

Nesse livro, Dahl observa a relação dos humanos com os animais e cria um mundo fantástico no qual os dois trocam de lugar. Já imaginou como seria se os passarinhos caçassem os humanos?  Mais uma obra incrível do autor inglês.

Compre Aqui: 

Boa leitura e boas conversas!

Sobre o autor

Isabella Zappa

Isabella Zappa

Olá, eu sou Bella, criadora do Na Corda Bamba! Sou pedagoga, psicopedagoga e mestre em Educação. Atualmente trabalho como professora de Ensino Fundamental I aqui no Rio de Janeiro.
Sou uma viajante literária e geográfica, adoro comida italiana, cheiro de mato e o canto dos passarinhos.

Deixe um comentário