Livraria da Travessa

Na Corda Bamba na Travesssa

 

O Na Corda Bamba na Travessa é uma parceira entre a curadoria de livros do Na Corda Bamba e a Livraria da Travessa

Como Surgiu?

Todas as vezes que eu ia às livrarias assuntar as novidades, acabava observando as pessoas na escolha dos livros. Em alguns momentos percebia as crianças inclinadas para algumas obras que podem ser mais chamadas de brinquedos do que de livros, em outros, adultos procurando um presente, mas sem saber a melhor opção. 

Quanto mais me aprofundava no estudo da Literatura Infantil e Juvenil, mais me angustiava com aquelas cenas e me continha para não intervir na escolha dos outros. 

Dentro de uma livraria, as opções são muitas e muitas vezes os livreiros não só não conseguem dar conta da demanda, como não possuem uma formação especializada para tal. Já encontrei livreiros infantis muito bacanas, mas sentia falta de um olhar mais sensível tanto do ponto de vista artístico, quanto pedagógico.

Um dia, me surgiu essa ideia ousada e original: oferecer às livrarias o serviço de curadoria especializada. E em junho de 2018 começamos essa deliciosa parceria. 

O evento

Funciona assim: primeiro vem a resenha. Todo mês eu escolho um livro para fazer indicar para os clientes da livraria e a resenha vai no mailing da Travessa. Para recebê-lo basta você entrar no site da livraria e cadastrar. 

Todo segundo sábado de cada mês passo duas horas na seção infantil da Livraria da Travessa de Botafogo. Monto a vitrine com os livros que acho mais adequados, entre lançamentos e aquelas obras esquecidas nas prateleiras. 

Incrível. É Uma oportunidade única de conversar com alguém do conhecimento dela sobre Literatura Infantil. Eu que já frequentava a Travesa há muito tempo percebi uma melhora significativa na qualidade dos livros expostos.

Julia, mãe do Francisco

Disponibilizo ao alcance de quem chega aquilo que acredito serem obras de qualidade textual, artística e gráfica, ou seja, aquilo que escolhemos como prioridade no para postar no Na Corda Bamba. 

Boas Conversas 

 

A partir daí, recebo quem chega, ouço suas demandas, converso, pergunto, sugiro, mostro os lançamentos e deixo a semente plantada ali. A escolha é do freguês, mas eu fico na torcida.

É um clima delicioso no meio de livros e leitores. Meu filho leu muito e nem queria ir embora. E ainda saí de lá com um livro indicado pela Bella que lemos sempre aqui em casa.

Nathalia, mãe do Antônio e do Thomas

Gosto muito de conversar com os adultos pois acredito que, sem o aval deles, a obra não vai parar nas mãos das crianças. 

Claro que encantar os pequenos com os livros é incrível  mas, ver os olhos daqueles grandes leitores brilhando com uma boa história, é algo que aquece meu coração. E aí é tiro certo, o livro vai parar na estante de alguma criança.  A mediação de leitura faz toda a diferença e esse trabalho na Travessa é uma ponte cheia de afeto com os leitores, sejam eles de que idade for.  

Dicas incríveis! Não errei no presente da criança!

Vitor, professor de Ensino Fundamental

Aparece por lá pra gente conversar!