Sobre as categorias

Quando comecei o Na Corda Bamba, muita gente me perguntava (e ainda me pergunta) para que faixa etária determinado livro seria indicado. Inicialmente escrevia nos posts, pensando no desenvolvimento da criança e na necessidade da mediação ou não, de um adulto para a compreensão de determinado livro.

Concluí que eram várias as faixas etárias possíveis para os livros. Ao mesmo tempo, acompanhando as discussões no campo da Literatura Infantil, compreendi que não é mais suficiente limitar o leitor à sua faixa etária. O ideal é que o livro seja adequado à  experiência da criança com a leitura.  

Uma criança de cinco anos pode ser um leitor mais experiente que uma de sete, se já ouviu muitas histórias, se conhece vocabulário, se é estimulado a pensar sobre o que lê. Ao mesmo tempo, a de sete pode ainda estar se iniciando no mundo literário e encontrar dificuldades em compreender textos mais simples, com ou sem a mediação do adulto.

Ilustração: Charles Santoso

Além disso, com o surgimento do livro álbum (ou livro de imagem), a leitura se torna uma experiência ainda maior que a decodificação da escrita.  É necessário interpretar a imagem e sua linguagem. No livro álbum, texto e ilustração são interdependentes para a compreensão da história. E isso ultrapassa a idade da criança.

A ideia é que o leitor em formação possa entrar em contato com diversos tipos de livro, mesmo que ainda não possa tirar o máximo de proveito deles naquele momento. Sabemos que, em se tratando de literatura de qualidade, os benefícios são inúmeros.

ilustração: Charles Santoso

Por esses motivos, aqui no Na Corda Bamba, vamos utilizar o critério de tipo de leitor e não de faixa etária. Veja as categorias que selecionamos e que são utilizadas em diversos sites e blogs de Literatura Infantil.

Primeiras leituras –  O leitor que está saindo da barriga da mãe para o mundo letrado. Que se beneficia de sons, texturas, cores, formas, histórias de repetição e acumulação.

Leitor Iniciante – Aquele leitor que ainda precisa da mediação do adulto ou que está iniciando seu processo de alfabetização.

Leitor autônomo – O leitor que já consegue compreender os textos sem a mediação do adulto ,mas que, para textos mais complexos ainda precisa de ajuda.

Leitor experiente  – Aquelas crianças e pré-adolescentes que já têm um exercício contínuo da leitura, capazes de compreender ironias, metáforas e uma linguagem mais rebuscada.

Nas busca de livros por tipo de leitor, você sempre vai encontrar as definições das categorias para facilitar a sua pesquisa.

Apesar de tudo isso,  sabemos da dificuldade em escolher um livro para uma criança que você conhece pouco e que, por isso, não consegue definir tipo de leitor que é. Por essa razão, estamos aqui para ajudar você e tirar quaisquer dúvidas que possam aparecer.

Entre em contato com a gente pelo email contato@nacordabamba.com ou pelo facebook! Responderemos o mais rápido possível.

O importante é ler e formar leitores!